C. N.
Na Aula 2 de nosso Curso Por uma Filosofia Tomista, propugnamos a constituição de um exército de pessoas de que o tomismo fosse a forma mentis e que se aplicassem às mais diversas áreas científicas e artísticas. Pois bem, damos aqui um proficuíssimo exemplo disto: três livros do Doutor Ricardo Dip, ilustre Desembargador do TJ-SP:

      a) Prudência Notarial, São Paulo, Quinta Editorial, 2012;
b) Segurança Jurídica e Crise Pós-Moderna, São Paulo, Quartier Latin, inverno de 2013;
c) A Natureza e os Limites das Normas Judiciárias do Serviço Extrajudicial, São Paulo, Quartier Latin, primavera de 2013.

São modelos admiráveis de aplicação do tomismo ao Direito, dignos de estar em qualquer boa estante presidida por Santo Tomás. Muito obrigado ao Doutor Ricardo Dip, e que suas obras sirvam de estímulo aos tomistas de todos os campos do saber.

Deixe uma resposta